Notícias

Corregedora prestigia Mostra Estudantil de Música em BG

10/12/2018

A corregedora-geral da Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, participou da I Mostra Estudantil de Música promovida pela Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica contra a Mulher (Rede de Frente) em Barra do Garças (a 509km de Cuiabá), na última quinta-feira (6 de dezembro). Após a apresentação de 16 canções finalistas, as alunas Raquel Liones da Costa e Ana Caroline Silva, da Escola Estadual Marechal Eurico Gaspar Dutra, conquistaram o primeiro lugar com a música ‘O Valor de Uma Mulher’. Na segunda colocação ficou Angelica Abgail Guerra, da Escola Estadual Antônio Cristino Cortes, e em terceiro a estudante Monique Pereira Bezerra, da Escola Interativa Coopema. 

“A festa foi bonita e as músicas apresentadas lindas. Isso mostra que professores e alunos se envolveram com o projeto, estudaram a temática e se dedicaram a apresentar trabalhos de alto nível e excelente qualidade. Todos estão de parabéns, a comissão organizadora e os participantes, que são verdadeiras promessas de artistas”, avaliou Maria Aparecida. O evento compôs a segunda edição do projeto “Meu corpo, minha voz, meu direito”. A mostra teve como objetivo principal fomentar a discussão sobre o enfrentamento à violência doméstica e familiar contra as mulheres de todas as idades. 

A competição reuniu alunos do sexto ano do ensino fundamental ao terceiro do ensino médio. Escolas públicas e privadas de Barra do Garças participaram do processo seletivo com apresentações solos e em duetos, expondo músicas autorais ou paródias. O público infantojuvenil foi estimulado a desconstruir o modelo sociocultural que coloca as mulheres como objeto e a construir um modelo embasado na igualdade de gêneros, cultura da paz, empoderamento feminino e enfrentamento a qualquer forma de violência. 

Os inscritos foram submetidos a audições preliminares pelas comissões avaliadoras. Além disso, os cantores passaram por uma produção musical para lapidação das canções. Um representante de cada escola foi selecionado como finalista, gravou a música em estúdio profissional e foi submetido a uma nova comissão julgadora. As vencedoras foram anunciadas após a apresentação pública na Arena do Porto do Baé e levaram para casa prêmios de R$ 1.000, R$ 700 e R$ 500. Esse trabalho resultará no lançamento de uma CD no início de 2019 com as 16 melhores músicas. 

Os juízes da comarca Augusta Prutchansky Martins Gomes Negrão Nogueira e Carlos Augusto Ferrari também compareceram ao evento. 

 
Ana Luíza Anache (com informações da Rede de Frente)
Assessoria de Comunicação CGJ-MT
corregedoria.comunicacao@tjmt.jus.br
(65) 3617-3571/3777