Notícias

Tribunal do Júri da comarca de Aripuanã têm 16 sessões neste ano

28/11/2018

A comarca de Aripuanã (1.002 km de Cuiabá) designou para este ano 16 sessões de julgamento do Tribunal do Júri presididas pela juíza substituta Daiane Marilyn Vaz. Até ontem (27 de novembro), 12 julgamentos foram realizados e mais dois fecham a pauta deste mês. Em dezembro, outras duas sessões estão designadas.

No dia 7 de dezembro serão julgados os réus Rosimeire Rodrigues dos Santos, Leidiane Costa Nogueira, Ricardo Cezar Vicente de Abreu e Jeferson Ferreira dos Santos pelo homicídio de Welliton Aparecido dos Santos em agosto do ano passado. Segundo narra a denúncia, os acusados decapitaram a vítima e o enterraram em uma cova rasa, onde a vítima foi encontrada dias depois. Os réus fariam parte da facção criminosa Primeiro Comando da Capital.

A última sessão do ano, em 17 de dezembro julgará o caso de Josiel da Silva Santos pelo homicídio qualificado contra sua esposa Derly Guedes de Assis e tentativa de homicídio de sua filha de um ano de idade (na data do crime). Segundo os autos do processo, em junho de 2013 o acusado desferiu vários golpes de arma branca contra as vítimas em via pública, em frente ao posto de saúde da cidade.

Dentre os julgamentos deste ano, novembro foi o mês com mais sessões em pauta (seis agendadas), em virtude do Mês Nacional do Júri, que atende à Portaria Nº 69/2017 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A proposta do CNJ é dar celeridade aos processos que envolvem réus presos, violência doméstica ou referentes a crimes originados de confronto em bares e casas noturnas.

Na quinta-feira (22 de novembro), o réu Ademar Borges da Silva foi condenado em um ano, quatro meses e 16 dias de detenção pelo crime de lesão corporal grave por tentativa de homicídio com disparos de arma de fogo contra a vítima e ex-companheira Janileides Feitosa Batista. O caso aconteceu em março de 2009, quando, por motivo de ciúmes e após discussão, o condenado disparou duas vezes causando ferimentos contra a vítima.

 

Assessoria de Comunicação CGJ-MT 
corregedoria.comunicacao@tjmt.jus.br 
(65) 3617-3571/3777