Notícias

Servidores da CPe elogiam treinamento

26/01/2018

Os servidores da Central de Processamento Eletrônico (CPe) já estão aptos a trabalhar com o Processo Judicial Eletrônico (PJe) para auxiliar remotamente as unidades judiciárias do interior e presencialmente as unidades de Cuiabá, em busca da efetividade na prestação jurisdicional, da redução da taxa de congestionamento e do estoque processual. A segunda turma capacitada pela Escola dos Servidores do Poder Judiciário de Mato Grosso concluiu o treinamento na quarta-feira (24 de janeiro). 

“Já trabalhava com o sistema, mas só no módulo gabinete. Nesse curso, aprendi a operar no perfil secretaria, fluxos como a expedição de mandados por exemplo. Ou seja, ele trouxe uma visão que eu não tinha do PJe, contribuindo para meu crescimento e aperfeiçoamento profissional. O curso foi maravilhoso e bem proveitoso”, contou Leandro Francisco Sanches. A servdiora Aryanne Louize Campos também aprovou a experiência. “A capacitação foi excelente porque detalhou o funcionamento do PJe, ampliando nosso conhecimento. Passamos a saber como intima, cita, entre outras funções do sistema que não conhecíamos”, contou. 

Na avaliação da instrutora Milena Valle Rodrigues, servidora do Departamento de Aprimoramento da Primeira Instância (Dapi), o treinamento foi bastante positivo. “As turmas aprenderam uma parte bem interessante do sistema. Focamos nas principais tarefas que eles vão executar no dia a dia. Além disso, foi elaborado material de apoio para que consultem em caso de dúvidas. Certamente será de grande valia para o Poder Judiciário e para os cidadãos que estão aguardando a movimentação processual, pois vamos conseguir levar uma prestação jurisdicional mais célere para todos”, defendeu. 

No encerramento do curso, o juiz auxiliar da Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ-MT) Aristeu Dias Batista Vilella agradeceu o empenho dos envolvidos e lembrou que o processo eletrônico é um caminho sem volta, bem como as centrais dentro da estrutura do Judiciário. “Vocês estão fazendo história por compor a primeira turma da CPe. Nós concentramos conhecimento e com auxílio da tecnologia conseguimos chegar às 79 comarcas de Mato Grosso”, enfatizou, parabenizando os servidores pelas 900 minutas de sentença elaboradas no fim de 2017, em atendimento remoto ao Juizado Especial de Rondonópolis. 

Próximas unidades – Conforme definição da corregedora-geral da Justiça de Mato Grosso, desembargadora Maria Aparecida Ribeiro, a partir da próxima segunda-feira (29 de janeiro) será feito um novo rodízio entre os servidores da CPe. As equipes trabalharão à distância nos juizados especiais de Cáceres e de Poconé (secretaria e gabinete), e fisicamente na secretaria e no gabinete da 8ª Vara Cível de Cuiabá e na secretaria da 4ª Vara Especializada de Direito Bancário da capital. 

 
Leia mais: 

Servidores da CPe participam de capacitação sobre PJe

 

Ana Luíza Anache 
Assessoria de Comunicação CGJ-MT 
corregedoria.comunicacao@tjmt.jus.br
(65) 3617-3571/3777