Notícias

Corregedoria discute melhorias no Judiciário em São Félix do Araguaia

31/05/2007

 

 

O corregedor geral da Justiça de Mato Grosso, desembargador Orlando de Almeida Perri, se reúne nesta sexta-feira (1º/06), a partir das 15 horas, com moradores do pólo da comarca de São Félix do Araguaia - lideranças, representantes de sindicatos e movimentos sociais, associações, entre outros – para discutir melhorias na prestação de serviços judiciários e ouvir sugestões da população.  O evento será realizado no Plenário da Câmara Municipal local.

 

“Vamos apresentar à sociedade nossas ações à frente da Corregedoria e também iremos descobrir quais as reais necessidades dos jurisdicionados. Estamos reunindo informações para que possamos apresentar soluções concretas”, destacou o desembargador Orlando Perri.

 

Na ocasião, serão distribuídos questionários para verificar o grau de satisfação da população em relação ao serviço prestado pelo Poder Judiciário e medir o nível de interação do juiz da comarca com a população atendida pela Justiça. O juiz auxiliar da Corregedoria Luís Aparecido Bertolucci Júnior acompanhará o corregedor nessa viagem. Os municípios de Porto Alegre do Norte, Vila Rica, Querência e Ribeirão Cascalheira integram o pólo de São Félix.

 

No sábado (02/06), durante todo o dia, o desembargador Orlando Perri se reunirá com todos os magistrados que integram o pólo para discutir melhorias na qualidade dos serviços prestados pelo Poder Judiciário. Ele também apresentará o planejamento estratégico do TJMT para o biênio 2007/2009. Serão divulgadas as metas e os trabalhos que serão desenvolvidos em cada comarca. A reunião ocorrerá na sala de audiências do Fórum.

 

“As principais metas para a 1ª Instância são reduzir em 30% o tempo médio de julgamento dos processos e reduzir em 20% o estoque dos processos até fevereiro de 2009”, destacou o magistrado. Durante o encontro serão discutidas as principais dificuldades enfrentadas na 1ª Instância, que podem ser causas para a morosidade processual ou para o elevado estoque de processos. “Vamos discutir soluções viáveis para esses entraves”, acrescentou o corregedor.

 

            O próximo encontro com magistrados e população ocorrerá entre os dias 13 e 17 de junho, nos pólos das comarcas de Rondonópolis e Barra do Garças. Esses encontros realizados pela Corregedoria visam à implantação de uma política de Comunicação Judiciária da 1ª Instância, com ações junto aos magistrados e servidores de cada pólo.

 

A Corregedoria já realizou encontros dessa natureza em Sinop, Juína, Alta Floresta e Tangará da Serra. Os problemas mais comuns apontados pelos magistrados até agora são deficiência de pessoal, qualificação dos servidores e falta de equipamentos. O corregedor já anunciou que estes problemas serão sanados em conjunto com a presidência do Tribunal de Justiça.

 

Lígia Tiemi Saito

(65) 3617-3394